2 de fevereiro de 2010

Escolhas

Todo cuidado é pouco quando pretendemos seguir adiante com aquilo que não sai da nossa cabeça, com uma ideia besta que queremos levar até a última gota, com belos pretextos de indecisão que nos fazem vítimas de nossas próprias escolhas.
Se quiséssemos realmente nos preocupar com tudo que realizamos a nossa volta e para as pessoas que desejamos bem, mal, ou nenhum dos dois, não conseguiríamos viver pacificamente.
E sabe por quê?
Por que existe uma preciosidade chamada natureza humana e/ou instinto.
As pessoas pensam - óbvio -, mas nem sempre sai como o planejado. É CLARO, pois nossas ações são extremamente influenciadas pelo momento, pela emoção, pelo frio, calor, raiva, afinidade... e tudo isso faz com que a escolha do certo pelo errado seja instantânea.


Se você cresce diante do medo, da desilusão, do pavor ou daquilo que conhecemos por miséria humana, não sabe que no fundo essas "marcas" nos fazem pessoas mais maduras.

Obrigada por ser completamente diferente de mim.
Cativa-me, assim cativo-te.

5 comentários:

Frederico Guimarães disse...

A maturidade traz discernimento, o discernimento tras sabedoria e a sabedoria tras a ecolha ...

como sempre mana, um pedaço de mim tb tá ai !
beijo enorme, e agora és responsavel por mim raposa, me cativou!

Eu H Psicólogo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu H Psicólogo disse...

O simples fato de não escolher já é, em si, uma escolha!
A maturidade concede-nos o reconhecimento de que somos capazes de mudar o rumo de nossa vida, atraves das escolhas!

Como sempre... mandou muito bem!
Quero um livro autografado!
;*

André Gasparini disse...

Quantas marcas podemos ter durante uma vida?

Em uma viagem que realizei tive um incrível contato com uma tartaruga gigante de aproximadamente 150 anos. Em seu casco a marca do tempo, arranhões e cicatrizes, algumas profundas e outras rasas.

Eu acredito que a vida humana seja assim e o que nos mata são as escolhas não as emoções. Uma forte emoção te mostra “ Eiii Estou vivo, eu amo e sou frágil ao ponto de querer ser amado”. Por outro lado uma ação fora de hora pode te fazer sofrer por muito tempo.

O pequeno príncipe já dizia: “Que lindo carneiro”... Ao apenas a caixa.

André L Ramos (Kiko) disse...

Escolher é difícil, é necessário, e é emocionante!!!
Seu blog tá muito bonito Fabiana!

Postar um comentário

Sente-se, relaxe.